Adenoamigdalectomia

1. É a cirurgia para retirada das amígdalas e das adenóides. É realizada sob anestesia geral, dura em torno de uma hora e exige internamento de seis horas. 

2. É comum ocorrer vômito no pós-operatório, assim como dor e febre nos primeiros dias.

3. A dor cede com analgésicos como paracetamol ou dipirona. Aspirina e ASS não devem ser usados sob hipótese alguma, pois provocam sangramento.

4. Por volta do terceiro dia surge na garganta uma placa de cicatrização esbranquiçada (fibrina), que não deve ser confundida com infecção.

5. Hálito desagradável e mudança da voz também ocorrem na primeira semana. 

6. Deve-se evitar esforço físico ou atividade esportiva por uma semana.

7. O retorno ao consultório deve ser feito após sete dias, exceto quando outro prazo for determinado pelo cirurgião.

8. Alimentação: dieta liquida e fria no primeiro dia e, depois, pastosa. 

a. Gelatina e sorvete no primeiro dia, sem forçar a alimentação.

b. No segundo dia, iniciar com sopa leve, iogurte, caldo de feijão, mamão batido.

c. Esse tipo de alimentação deve ser mantido até o retorno ao consultório. Batata frita e bolacha são terminantemente proibidos, pois são alimentos que podem provocar dor e sangramento na garganta.

Voltar